Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Menino chora ao ser induzido a ofertar seu único par de tênis em um culto

Essa aconteceu aqui mesmo na região metropolitana de Porto Alegre, eu já nem sei mais o que dizer, não quero duvidar dos sinais e das maravilhas que Deus faz. Mas é preciso ter muito, muito cuidado para não cairmos na conversa de picaretas que fazem de tudo para enganar o povo e tirar proveito da boa fé das pessoas.
Acredito que Deus não faz milagres por exibicionismo (como Satanás que pediu para Jesus pular do pináculo do templo...) eles sempre tem um fim proveitoso. Curas e outras maravilhas podem acontecer e acontecem! Mas colocar “pó de ouro” na cabeça das pessoas e não mudar o coração tem a mesma utilidade de um médium que dobra colheres. Ou seja, senhuma!
A matéria abaixo foi extraída do site GOSPEL MAIS, e justamente por ser um portal de notícias acho que o autor do texto deveria ter sido mais imparcial ao divulgar o fato; Ele pegou meio pesado com o tal Joel Engel. Mesmo assim reprovo a atitude deste pastor de transformar um culto a Deus em um espetáculo polêmico.

Leia a matéria na íntegra:
Em Canoas (RS), em um bairro pobre, a mãe vestiu o filho com a melhor roupa dele e o calçou com seu único par de tênis para participar de um culto, que naquela noite seria conduzido por um pastor famoso, o Joel Engel (no vídeo abaixo), de Porto Alegre.

Durante o culto, envolvido pela oratória do pastor, o menino foi induzido a dar o seu tênis como oferta a Deus, e o pastor Engel e a sua turma aceitaram.
“Olha”, disse o pastor, “[ele ficou] de pé no chão, de pé no chão”.

E em agradecimento – disse Engel – Deus fez um milagre: colocou um pozinho de ouro na cabeça do menino e de outras crianças.
Provavelmente alguém de mãos espertas tinha colocado purpurina na cabeça das crianças, mas o pastor Lucas disse: “Milagres, sinais, prodígios. O menino ofertou seu tênis e Deus lhe deu ouro”.

Momentos antes, Engel, em sua pregação, tinha evocado a passagem bíblica segundo a qual os escravos saíram do Egito com as “mãos cheias” de ouro.
Ao final do culto, sem entender o que estava acontecendo, o menino chorou ao ser ungindo.

Joel Pompilio dos Santos Engel, 56, tem o seu próprio ministério. De acordo com seu currículo, ele é, entre outras coisas, doutor em divindades e capelão da Associação Internacional dos Homens de Negócios do Evangelho Pleno.
As imagens do culto de Canoas foram filmadas e tornadas públicas no Youtube por pessoas da turma do próprio Engel, porque o pastor sabe que nenhuma autoridade se moverá para impedi-lo de explorar os pobres, mesmo quando deixa uma criança descalça.

Veja o vídeo:




Link original da notícia.

1 comentários:

Aline DM disse...

Parece até brincadeira, ele se diverte!!! Que feio "pastor" !!!

Template - Dicas para Blogs