Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

O que foi o avivamento de Pensacola?



 Sabemos que nos dias atuais, muitas igrejas estão estagnadas como se estivessem num sono profundo, outras de fato experimentam um mover de Deus e afirmam estarem em avivamento. Mas o que realmente é um avivamento? Restauração, arrependimento, novo ânimo, milagres, quebrantamento, muitas conversões ou tudo isso ao mesmo tempo? Ainda quero falar sobre grandes despertamentos espirituais que entraram para a história da igreja como o avivamento da rua Azuza em 1906 (Los Angeles, USA) ou o grande mover de 1739-45. Mas hoje quero falar de um poderoso mover que aconteceu em meados dos anos 90 e que hoje, apesar do impacto causado, está quase esquecido. Foi o chamado “avivamento de Pensacola”.

Cidade de Pensacola, Flórida. Na manhã do dia 18 de junho de 1995, o pastor John Kilpatrick, líder da igreja Brownsville Assembly of God, convidou o evangelista Steve Hill (foto) para pregar naquele dia dos pais.Parecia ser só mais um culto como tantos outros; Mas após a marcante mensagem, Steve Hill fez um apelo: “Se alguém quer realmente ser renovado e se aproximar de Deus, venha até o altar”. Centenas de pessoas foram até a frente para receber oração, Foi então que o Espírito Santo caiu poderosamente sobre aquela igreja, iniciando um avivamento que durou muitos anos; até 2003 mais precisamente.

Ken Griffin, que na época era membro da igreja e hoje um dos líderes, afirma que assim que Hill começou a orar muitas coisas começaram a acontecer, pessoas eram curadas, outras caiam chorando em arrependimento, outras eram batizadas e o culto que começou as 09:00hs da manhã foi acabar depois das 04:00hs da tarde (16hrs). 
A partir de então a notícia das pregações e dos milagres se espalhou rapidamente e em poucas semanas a Assembléia de Deus de Brownville recebeu 97.000 visitantes, somente da própria cidade; Então pessoas começaram a vir de longe para assistir as poderosas mensagens, inclusive de outros países. O período de louvor também era notável, atraía uma transformadora atmosfera adoração e milagres aconteciam a todo o momento. Acredita-se que no auge do “avivamento de Brownville” a igreja abrigava cerca de 5.500 por culto durante de seis anos.
Em novembro de 1995, o pastor John Kilpatrick escreveu o livro "Feast of Fire" (Banquete de Fogo) descrevendo aqueles primeiros dias do avivamento.

Em um trecho do livro ele diz:
"Cada noite quando eu entro no santuário da Assembléia de Deus de Brownsville na Rua West DeSoto, minhas emoções transbordam e minha mente fica pasma enquanto eu vejo os ombros de nossos meninos adolescentes, normalmente controlados e moderados, tremerem incontrolavelmente debaixo do poder sobrenatural de Jesus. Eu observo os homens de negócios ricos com seus ternos caros enquanto eles se ajoelham e choram. O Espírito Santo leva as palavras de perdão e graça faladas por nosso evangelista, Steve Hill, e dá paz e reconciliação a esses que estão preocupados e aflitos. Eu assisto mulheres de idade e jovens mães dançando no Senhor, crianças pequenas rindo e levantando as suas mãos no mais alto louvor. Os viciados em drogas e as prostitutas caem ao chão prostrados diante de Deus, enquanto eles confessam a esperança de Cristo pela primeira vez na sua vida."

Estima-se que 4,5 milhões de pessoas visitaram a Assembléia de Deus de BrownsVille durante os anos que o avivamento durou. Steve Hill, que chegou como evangelista itinerante ficou em Pensacola até junho do ano 2000, e John Kilpatrick, o pastor local ficou até janeiro de 2004, quando anunciou sua saída. Mais de 150.000 almas responderam aos apelos de salvação durante esse tempo.
Logo abaixo, compartilho com os leitores, dois vídeos com trechos dos períodos de louvor liderados por Lindell Cooley naquela época. 





Deus abençoe a todos!

4 comentários:

Anônimo disse...

Bons tempos esses...
Agora qualquer coisa chamam de avivamento

Paulo Cheng disse...

Isso me muito semelhante aos avivamentos dos tempos de Moody, Spurgeon, Finney e outros contemporâneos, onde tudo se iniciava com um sentimento puro e sincero de obter a presença de Deus através de oração e leitura da palavra.

Abração pra ti Koiote.

Henrique disse...

Seria realmente muito bom ver isso acontecer assim denovo, aqui no Brasil!
Seria uma benção!

Anônimo disse...

Devemos falar menos e buscar mais,temos a solução mas não a pomos em prática!
#oremos

Template - Dicas para Blogs