Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sábado, 9 de outubro de 2010

OSNI's - Objetos submarinos não identificados

OSNI é a sigla para ‘objeto submarino não identificado’. Assim são chamados os UFO’s detectados nas águas de nosso planeta. São mais freqüentemente avistados no mar, apesar de ocorrerem em rios e lagos também. Deste dos tempos antigos, a história da humanidade está repleta de relatos de aparições destes objetos. São milhares de registros que costumam ser mais espetaculares que as histórias de OVINI’s.
As grandes extensões das profundezas oceânicas permanecem inexploradas e isso da margem para muitas perguntas, além de mexer com a imaginação daqueles que trabalham e vivem no mar. E, acredito que a principal pergunta é: “o que são estas coisas afinal?”
No final da idade média e na época das grandes navegações, muita gente acreditava não apenas que a terra era plana, mas também que os oceanos eram habitados pelas mais horrendas e gigantescas jamais vistas pelo homem, como o Kraken e o Leviatã, monstros capazes de destruir uma embarcação de grande porte em poucos minutos. Com o passar dos anos e com o avanço da ciência, o medo dos monstros foi diminuindo e ao mesmo tempo substituído pelos atuais e intrigantes relatos de OSNI’s.
São normalmente descritos como longos objetos de forma cilíndrica que vagamente lembram submarinos, mas ao mesmo tempo diferentes de qualquer tipo conhecido pelo homem, além de terem um rendimento impressionante que ultrapassa em muito o desempenho dos navios convencionais. Alguns casos são bem conhecidos como o que aconteceu em julho de 1972, um objeto submarino não identificado apareceu na costa do Chile a uma profundidade de 1000m, muito superior ao alcance dos submarinos daquela época. Outro caso famoso foi o que aconteceu em novembro do mesmo ano envolvendo uma frota da OTAN no atlântico norte. Na ocasião um intruso misterioso foi localizado nos fiordes da Noruega; várias dúzias de navios, helicópteros e aviões tentaram caçá-lo usando inclusive cargas explosivas de profundidade, mas o objeto não veio à tona. Em 23 de novembro a OTAN realizou um massivo ataque e apesar da chuva de bombas o objeto permaneceu indiferente, porém o contra ataque não demorou muito: Derrepente uma poderosa fonte de interferência interrompeu a comunicação dos militares e incapacitou os radares. Logo em seguida o misterioso submarino partiu sem ser identificado.
Alguns teóricos sugerem que debaixo dos oceanos existe uma raça muito mais antiga que a humana, estando, em termos de tecnologia, milênios de anos a frente da humanidade que vive na superfície. Esta suposta raça estaria evitando o contato com os seres da superfície. Outros opinam que no fundo dos mares existem bases alienígenas, construídas por seres que vieram das estrelas e encontraram nos oceanos o ambiente ideal para se esconder e se desenvolver. Ainda segundo eles, estas bases indetectáveis a radares e possuem uma espécie de campo de força magnético à sua volta, desta forma as baleias, golfinhos e tubarões evitam estas zonas devido a interferências em seus próprios sensores eletromagnéticos.
Em fim, como disse Willian Shakespeare: “Há mais coisas entre o céu e a terra do que sonha nossa vã filosofia”... Eu diria também entre céu e os mares existem coisas que nem nossa fértil imaginação e capaz imaginar... Ou é?!

2 comentários:

Sou blogueiro - INDICOESSE disse...

E aí vim fazer uma visitinha pra ti camarada!

Tomara que esteja tudo bem aí!

Paulo Cheng disse...

OLÁ KOIOTE, ENTRA LÁ NO MEU BLOG E COPIA O LINK, NÃO CONSEGUI COLOCAR AQUI PRA VC, OK?

ABRAÇÃO E VALEU PELA PARCERIA.

Template - Dicas para Blogs