Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Necronomicon – O livro dos mortos



O famoso Livro dos mortos, o “Necronomicon” existiu?  Ou é apenas uma bizarra lenda de terror?
Pelo que se sabe, o livro é uma invenção do escritor americano de ficção científica, terror e histórias fantásticas, H.P.Lovecraft, e talvez nunca existiu.
O livro de ocultismo teria sido escrito em Damasco, Síria, por volta do ano 730 d.c por um árabe chamado Abdul Alhazred (Mais tarde Alhazred teria sido morto por um demônio invisível em plena luz do dia). Baseado nas alucinações de um poeta louco, as páginas do Necronomicon estariam repletas de feitiços e rituais para realizar todo tipo de coisas sobrenaturais como: Ressuscitar mortos, transladar pessoas através do tempo-espaço, invocar demônios antigos e criaturas do mundo paralelo, entre outras coisas.

Mas segundo Lovecraft, o próprio nome “Necronomicon” foi inventado por ele mesmo, que o imaginou nome após ouvi-lo em um sonho. Vivia repetindo que o livro não existia.
O negócio é que a vida de Lovecraft era bastante complicada e doida. O pai foi internado quando tinha apenas quatro anos e morreu em um hospício; a mãe o criou desde criança como se fosse uma menina, com vestido e tudo... Mais tarde ela acabou enlouquecendo também. Lovecraft teve acesso à biblioteca secreta do pai (que era maçon) cheia de livros proibidos pela igreja católica. Muitas pessoas acreditam que o Necronomicon estava entre esses livros e devido ao seu conteúdo perigoso, Lovecraft decidiu que ele fosse considerado apenas fictício. Pessoalmente acho isso bastante improvável.

O negócio é que, embora o livro provavelmente seja fictício mesmo, Lovecraft forneceu algumas informações que parecem ser reais sobre a origem e a história do Necronomicon. Disse, por exemplo, que o livro foi banido pelo Papa Gregório lX em 1232, após ter sido traduzido para o latim, e que um dos exemplares ainda existentes estaria guardado no Museu Britânico de Londres e outro exemplar na Biblioteca Nacional de Paris. Há também aqueles que acreditam que o original está trancafiado a sete chaves em algum cofre no Vaticano. Tudo mera especulação. Eu pelo menos acredito que, se existisse um livro com tantas propriedades assim o mundo estaria correndo sério perigo de ser invadido pelas criaturas que habitam o segundo céu... Mesmo assim qualquer bruxo ou feiticeiro de quinta categoria tem uma cópia do livro em casa e jura que é verdadeira.

Curiosidades sobre o Livro dos Mortos:
- O titulo original em árabe, segundo Lovecraft é Al azif, o mesmo nome usado pelos árabes para definir o zumbido noturno produzido por certos insetos, eles supõem que é o ruído que os demônios fazem.

- A igreja católica não perguntou se o livro existia ou não e incluiu no "Index Librorum Prohibitorum", um catálogo de livros proibidos. Desde 1966 a igreja aboliu este catálogo.


1 comentários:

Ezequiel Domingues dos Santos disse...

Interessante !

Ezequiel

http://ezequiel-domingues.blogspot.com.br/

Template - Dicas para Blogs