Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Livro Satã anda solto (resenha)

As vezes acontece de um bom livro sair de linha com o tempo, ele para de ser publicado e acaba se tornando uma raridade difícil de ser encontrada até mesmo na Internet. É o caso da excelente obra ‘Satã anda solto’. Escrito por Nicky Cruz, ex-líder de uma das piores quadrilhas de Nova York nos anos 50 (A gangue dos Mau-maus), e publicado pela editora Vida em 1975, o livro traz uma abordagem bem detalhada e bíblica sobre ocultismo, tema um tanto incômodo para muitos cristãos.



Eu li esse livro pela primeira vez quando era adolescente e reli novamente agora nas primeiras semanas de janeiro. Confesso que fiquei surpreso ao ver que uma obra com mais de 40 anos quase não sofreu obsolências ao longo do tempo e continua atual em muitos aspectos. Especialmente no que trata da batalha espiritual que o cristão empreende contra as forças das trevas.

O primeiro capítulo começa com Nicky relatando uma opressão satânica que teve enquanto voava para Chicago para se encontrar com um velho amigo chamado João Ambrose. Mais tarde, na casa deste amigo, ele atendeu uma moça chamada Olga, traumatizada por ter sido violentada em um culto de magia negra promovido por sua mãe em sua própria casa. As orações e os conselhos trouxeram conforto ao coração ferido da pobre jovem; mas na mesma noite o Senhor falou fortemente com Nick inspirando-o a escrever um livro sobre Satanás.

Os três capítulos seguintes descrevem os primeiros contatos do autor com o sobrenatural ainda quando era criança na Costa Rica, e como Deus salvou seus pais desse mundo... Sendo seu pai um famoso feiticeiro e sua mãe médium, Nicky pode presenciar desde cedo coisas estranhas acontecendo em sua casa, até mesmo curas e outros milagres. Ele jamais imaginava que tais coisas ocorriam pelo poder do Diabo e não de Deus.

Na seção seguinte aparecem alguns casos realmente interessantes. Começa com o caso de uma jovem que principiou a brincar com a Mesa de Ouija com um grupo de amigos quando era criança, parecia uma simples brincadeira no início, mas as crianças ficaram cada vez mais fascinadas com as respostas dadas por uma entidade desconhecida. O desfecho disso foi que aquelas crianças foram levadas a fazer um pacto com o Diabo (Aliás, o livro faz vários alertas contra a Mesa de Ouija, esse “jogo” é muito perigoso e não deve ser praticado por ninguém, especialmente pelos seguidores de Cristo). Nicky então conta uma experiência apavorante que ele próprio teve ao realizar uma cruzada jovem em uma pequena cidade sulista: Ele ficou hospedado numa pensão adquirida por um tal de reverendo Smith, organizador do evento. Segundo Nicky, havia algo naquele homem que não compatibilizava e um ar satânico parecia envolver aquela casa. Em uma das noites, ele conta, sentiu uma pesada sensação de iniquidade e o maligno caminhando no quarto, ouviu então um impulso imundo ordenando que estrangulasse Glória, sua esposa. Ele a acordou e os dois entraram em oração até que a presença opressora se dissipou Tempos depois ele ficou sabendo que alguns pais daquela igreja reclamaram da postura do Rev. Smith com relação aos jovens e um inquérito foi aberto. Após as investigações aquele homem foi destituído do pastorado por prática de homossexualismo com menores de idade.

Ainda neste capitulo Nicky conta sobre a época em que trabalhava no Centro Desafio Jovem e muitos jovens estavam sendo libertos das drogas. Deus agia poderosamente naqueles dias, e exatamente por isso ele não entendeu o que aconteceu em seguida: Um espírito maligno se instalou no Centro! Muitos moradores do local sentiram sua presença. Certa noite, angustiado, ele desceu para a sala principal afim de orar e encontrou outros cinco obreiros já fazendo o mesmo. Eles clamaram fortemente até que finalmente sentiram que aquele espírito destruidor se fora. Em seguida o autor descreve vários empecilhos que misteriosamente apareciam para dificultar e atrasar a edição do livro.

No entanto, um dos casos que mais me impressionaram está no capitulo ‘Os invasores’, onde Nicky relata a história fantástica vivida por um casal de amigos, Lou e Lana Rawle. Os dois haviam comprado uma casa em Encino, Califórnia. Uma magnífica mansão envidraçada, plantada em meio a exuberantes jardins cheios de árvores tropicais e flores, localizada no alto de uma colina onde se podia ver a cidade de Los Angeles; a casa dos sonhos de qualquer um. Mas havia um problema.... Uma entidade habitava aquela casa, um espirito mentiroso que dizia ser o antigo morador, um homem chamado ‘senhor Benson’. São tantos os incidentes estranhos relatados pelo casal que o texto ficaria muito longo se eu descrevesse todos aqui; mas é uma história que vale a pena ler.

Ao longo dos demais capítulos, outras histórias de pessoas que se envolveram com o ocultismo e conseguiram sair são contadas. Como a relato de Tim, um homem que se envolveu desde cedo com toda sorte de demônios e experiências psíquicas até ser alcançado através do evangelismo de uma jovem chamada Nancy. Em outro caso uma sacerdotisa bruxa invocava um demônio chamado Panandrio. Em outro ainda, um homem chamado G.H Estarbrooks se achava internado em um hospital quando resolveu fazer algumas experiências mentais para passar o tempo. Exercitando a autossugestão, ele chegou ao ponto de contar até cinco e conseguir “ver” um urso polar que atendia ao seu comando mental. O problema é que esse urso polar passou a aparecer quando Estarbrooks não queria e se recusava a ir embora. As vezes ele surgia de um canto escuro ou o assustava aparecendo onde menos se esperava que aparecesse um animal selvagem. A mente deste homem estava ficando muito perturbada, mas finalmente conseguiu se livrar do bicho após um intenso tratamento mental que durou um mês.

Nicky faz ainda diversos alertas sobre o crescimento das práticas ocultistas na América: Astrologia, quiromancia, bruxaria wicca, horóscopo, magia negra, cartas de Tarô, projeção astral, entre outras. Porém, ressalta que o poder de Jesus Cristo é muito maior do que qualquer poder que o Diabo possa ter e nega que um cristão autêntico, nascido de novo, possa ficar endemoniado. Assim como são muitos os casos sobrenaturais descritos, também são muitos os casos de conversões ao evangelho. Nicky termina o livro contando um milagre que Deus fez em uma de suas cruzadas, quando se sentia fraco e desanimado, O Espírito Santo o fortaleceu. Uma forte chuva caía e o evento onde ele pregaria estava ameaçado, pela violência do vento, achou que talvez não conseguisse terminar a reunião; mas levantou a voz em oração com as demais pessoas e quase instantaneamente a chuva cessou. Pode então dar seu testemunho e fazer um apelo onde centenas de pessoas vieram a Cristo. Logo após o término da reunião a chuva voltou.

Lamento que poucas pessoas vão conseguir achar esse livro para ler seu conteúdo edificante. Por isso fiz essa resenha um pouco maior do que o normal (talvez seja o 'feedback', mas completo sobre o livro em toda a web). O tema é um verdadeiro alerta à Igreja sobre as astutas ciladas do Diabo e também um testemunho do poder de Jesus Cristo, capaz de dissipar as mais densas trevas. Então, apesar de raro recomendo essa obra para quem conseguir encontrá-la. 

Deus abençoe a todos!

0 comentários:

Template - Dicas para Blogs